Para ser um corretor de sucesso não basta apenas vender. As funções de um corretor de seguros vão além das boas práticas de vendas. Antes de mais nada, ele deve entender a necessidade dos seus clientes e buscar meios de satisfazê-las, principalmente em um mercado tão importante quanto o de seguros.

Isso acontece porque a relação entre corretor e cliente requer confiança, empatia, proatividade e outros requisitos que você vai conhecer depois de ler este post.

E então, ficou interessado em conferir esses requisitos? Então, continue a leitura!

1. Colocar-se no lugar do cliente

Você está vendendo algo valioso: a segurança do seu cliente e de sua família. Por este motivo, mais do que uma venda, você está criando uma relação de confiança em que o resultado depende do quanto você é capaz de se colocar no lugar dele.

Fazendo isso, você consegue ter uma visão das suas preferências e pode encontrar a solução que se encaixa melhor às suas necessidades. Como você pode ver, a empatia — conceito tão utilizado na psicologia — também tem sua importância no mercado de seguros.

2. Oferecer o que ele precisa

Você tem uma variedade de serviços à disposição. No entanto, não deve oferecer todos ao seu cliente. É preciso descobrir qual o plano de seguros ideal para ele. Antes de mais nada, ouça o que ele quer de você. Analise seu histórico de vida, seus anseios e também quanto ele está disposto a investir.

De nada adianta oferecer um produto com abrangência nacional se ele está buscando algo restrito a uma região. Da mesma forma, não é adequado sugerir um plano que não cabe no bolso do seu cliente. Use o bom senso e, assim, ficará mais fácil encontrar a solução que ele procura.

3. Ter boa comunicação

Mais do que falar, um bom corretor de seguros sabe se comunicar com seus clientes. Ter boa comunicação é ser capaz de transmitir as informações de forma objetiva.

Além de mostrar domínio do assunto, essa postura oferece segurança ao cliente, fazendo com que ele se sinta mais propenso a fechar negócio e indicar seus serviços para outras pessoas.

4. Contar com bons parceiros

Todo corretor sabe a importância de disponibilizar as informações para seus clientes de forma rápida e eficaz. Quando os clientes pedem informações sobre planos, esperam obter a resposta o mais rápido possível.

Deste modo, é imprescindível ter parceiros que possibilitam o acesso a ferramentas que melhoram o desempenho e oferecem rapidez e qualidade nas informações. Assim, além de não deixar o cliente esperando, você não corre o risco de perder a venda para um corretor mais ágil.

5. Vestir-se adequadamente

Quanto mais profissional sua aparência for, mais chances você tem de ser levado a sério — no trabalho e diante dos clientes. Por isso, invista em roupas e acessórios que refletem sua imagem: uma pessoa comprometida com o trabalho e com o produto que representa.

Além disso, utilize a boa educação e uma linguagem clara, sem gírias e jargões. Quanto mais polida for sua postura, melhor.

Gostou de saber quais as funções de um corretor de seguros? Então baixe agora mesmo o e-book “Guia da corretagem de seguros” e amplie seus conhecimentos!

Share This