Bater de porta em porta; pegar coletivos, trens e metrôs; andar no sol ou na chuva. Essa rotina profissional está ficando para trás. O Marketing Digital para corretor de seguros já é uma realidade. E não estamos falando de mailing, mas sim de estratégias de vendas atuais que usam a Internet.

Entramos na esfera do Inbound Marketing, uma forma de inverter a sua campanha de divulgação para que o cliente venha até você. Assim, neste post, separamos 9 formas de fazer Marketing Digital nesse segmento. Confira!

1. Crie conteúdo relevante

Atualmente, as pessoas já acordam de olho nas novidades da Internet. No entanto, quando o assunto é benefícios complementares (planos de saúde, seguros, previdência privada etc.), a busca é muito pequena. Isso porque o marketing tradicional pregava a venda de produtos online de forma promocional e muito agressiva.

Todos queriam ter um seguro de carro, por exemplo, mas a ideia de comprar uma apólice pela Internet assustava e ainda assusta muita gente. Por isso, o conteúdo relevante configura-se como uma nova maneira de atrair e converter clientes proposta pelo marketing de conteúdo.

Conteúdo relevante é o mesmo que conteúdo interessante e rico para sua potencial clientela. Ou seja, você se tornará um conselheiro de seu cliente. Para isso, identifique os gostos, hábitos e problemas de seu cliente ideal e produza textos, vídeos, imagens e informações que chamem a atenção dele.

Essa é uma forma de se aproximar de seu potencial cliente, ganhar sua confiança, vender e depois transformá-lo em um bom relações-públicas dos seguros que você vende.

2. Publique em um blog

Para que seus clientes possam ler seu conteúdo relevante, é interessante que você tenha um blog. Diferentemente de um site, o blog serve para levar informações específicas sobre produtos, serviços e até mesmo comportamentos para o público-alvo de sua marca.

Use o espaço para construir essa relação de confiança com o seu futuro cliente. Ele precisa entender que sua empresa está realmente disposta a resolver os seus problemas. Se você é um corretor de planos de saúde, por exemplo, aproveite para escrever a respeito de curiosidades como a diferença entre a gripe e a alergia. Lembre-se também de usar fotos de boa resolução e que valorizem o seu texto.

3. Utilize as redes sociais

Passe na frente de seus concorrentes com o uso das redes sociais. Identifique aquelas que o seu cliente ideal mais utiliza. A partir disso, troque conteúdos com seus seguidores e aproveite o espaço para se aproximar de seu público.

As redes sociais são espaços para transformar o relacionamento entre você e o seu cliente em algo mais humano e mais pessoal. Quanto melhor essa interação, maior a sua chance de venda e revenda de serviços ou produtos.

4. Tenha cuidado ao enviar e-mails por mailing

Ter um banco de dados é muito importante para qualquer área de vendas. No entanto, essa lista não pode ser generalizada como antigamente. Afinal, é uma chateação ficar abrindo um monte de e-mails que você não pediu para receber e de assuntos que não lhe interessam, não é mesmo?

Se é chato para você, imagine para o seu cliente. Por isso, é preciso segmentar o seu público-alvo para que os e-mails não sejam direcionados para a caixa de spam e, principalmente, para que o usuário não fique chateado.

Sobretudo, é preciso ter em mente que a prática do mailing ficou no passado. As novas estratégias de marketing indicam que você deve personalizar a experiência do usuário e enviar e-mails apenas para quem fornecer o endereço.

5. Registre o domínio

O primeiro passo para ter o seu site ou blog é registrar o domínio. Para situar, domínio refere-se à URL (endereço “www” no topo da página de navegação) que leva o nome da empresa — ou do corretor.

Mesmo que a construção de um site seja um projeto para o futuro, o ideal é registrar o domínio o quanto antes para resguardar o seu endereço e criar contas de e-mail profissionais, como: corretor@seunome.com.br. Para tanto, o recomendado é entrar no Registro.br e cadastrar o seu domínio, que custa algo em torno de R$ 40,00 por ano.

6. Tenha um bom site

Agora que você já registrou o domínio, o próximo passo é investir na criação do seu site. A principal vantagem de um site é que ele pode ser encontrado e sugerido pelos buscadores (Google, Bing etc.) — além de somar esforços com o blog e as redes sociais para destacar o seu trabalho. A seguir, veja outros benefícios que um site pode trazer para o corretor de seguros:

Tenha em mente que um site é a melhor forma de passar credibilidade e profissionalismo para possíveis clientes que fazem buscas — 24 horas por dia — pela Internet.

7. Use o Google Meu Negócio

Google Meu Negócio (ou Google My Business, do inglês) pode ser definido como um apanhado de ferramentas gratuitas que o Google disponibiliza para facilitar a divulgação de empresas e tornar a interação com clientes mais simples.

Agora, você deve estar se perguntando o que isso tem a ver com o corretor de seguros, não é mesmo? E a resposta é bem simples: tem tudo a ver! Isso porque o Google Meu Negócio se destina não somente a negócios locais, mas também a negócios online (como é o caso do seu site e blog).

Assim, você tem acesso a estatísticas dos usuários que buscam o seu conteúdo online, aumenta a sua presença digital e disponibiliza informações relevantes sobre o seu trabalho (horário de atendimento, promoções, eventos etc.).

Portanto, utilize o Google Meu Negócio para otimizar e simplificar o uso de ferramentas disponibilizadas pelo maior buscador do mundo!

8. Crie anúncios online

Os anúncios online são uma forma de destacar o seu conteúdo e fazer com que ele seja acessado por mais pessoas. A seguir, veja as principais formas de divulgação:

  1. Google Adwords: plataforma de anúncios do Google que disponibiliza as mensagens por meio dos links patrocinados ou na rede de pesquisa;
  2. Anúncios em redes sociais: posts promovidos e outras formas de divulgação nas redes sociais.

A vantagem em comum a esses tipos de anúncios é que eles têm um grande poder de segmentação — exatamente por isso, permitem investimento relativamente baixo e otimizado.

9. Tenha um parceiro que te ajude a implantar as estratégias de Marketing Digital para corretor de seguros

Ao longo deste texto, falamos sobre diversas estratégias de Marketing Digital. Aplicar todas elas exige esforço e dedicação — além da possibilidade de algo dar errado. Para minimizar os equívocos e otimizar as ações, busque um parceiro que entenda a rotina do corretor de seguros e saiba se relacionar com o segmento.

Ao utilizar o Marketing Digital para corretor de seguros com o apoio de uma consultoria especializada, você vai produzir conteúdo relevante para seu cliente, atrair mais visitantes para seu site, atualizar seu blog e personalizar toda essa experiência. Portanto, aproxime-se de seu público e veja como suas vendas aumentarão.

Gostou deste post? Então, leia também o nosso artigo que revela a importância da postura profissional para o corretor ser bem-sucedido.

Share This