A chegada das férias escolares é um momento muito esperado por toda a família. É quando os pais desaceleram a rotina e podem passar mais tempo com seus filhos. E viajar com os pequenos é sempre bom, mas é também um momento muito propenso à ocorrência de imprevistos. Com crianças a bordo, a situação é ainda mais preocupante porque os pequenos não têm noção do perigo, se arriscam mais e são mais frágeis.

Nesse cenário, você tem a oportunidade de aumentar a venda de seguro de viagens. Esse tipo de seguro garante mais tranquilidade às férias, pois minimiza os riscos de longas esperas e desperdício de tempo para resolver eventuais inconveniências.

Como gestor, você precisa aproveitar ao máximo essa fase. Por isso, preparamos algumas dicas muito úteis sobre como aumentar a venda de seguro de viagens em época de férias. Confira o nosso post e aproveite.

Divulgue muito bem o seu produto

Muitas pessoas têm preguiça ou simplesmente não têm tempo para ler toda a apólice. Por isso, estude detalhadamente as condições e coberturas de cada plano que você precisa vender. Só assim você será capaz de instruir os seus clientes, esclarecendo todas as dúvidas que surgirem.

Outra dica é comparar a abrangência do seu seguro de viagem com aqueles oferecidos pelos concorrentes, buscando identificar as vantagens dos seus planos em comparação com outras apólices.

Conheça as necessidades do cliente

Saiba qual é o perfil do comprador, da sua família, suas preocupações e expectativas em relação à viagem. Uma boa dica é usar as redes sociais para conhecer melhor seus clientes atuais (afinal, ninguém viaja uma vez só) e potenciais.

Com informações específicas do cliente em mãos, você poderá concentrar a sua argumentação de venda nos pontos que podem fazê-lo comprar o plano imediatamente.

Um dado importante é que a procura por seguro de viagem é feita, geralmente, por homens entre 21 e 30 anos. Se a esposa dele estiver grávida, por exemplo, o cliente vai preferir um plano que cubra partos prematuros.

Pesquise sobre exigências específicas de diferentes destinos

Alguns países da Europa, por exemplo, exigem um seguro de viagem de no mínimo 30 mil euros de cobertura para liberar o visto de entrada ao turista. Além disso, existem regiões que são afetadas por epidemias e endemias recorrentes. Em outras, podem ocorrer até mesmo uma evacuação oficial, conflitos armados ou eventos naturais.

Você deve saber  previamente todos os riscos que abrangem o destino escolhido pelo cliente e qual o seguro de viagem ideal para mantê-lo mais tranquilo para curtir a viagem.

Estude roteiros de passeio

Além de considerar as viagens de ida e volta até o destino, é precisa analisar também os imprevistos que podem ocorrer durante uma baldeação, um traslado ou entre um passeio e outro.

Em alguns casos, como nos trajetos de ônibus que percorrem diversos países da Europa, a bagagem fica no interior do veículo, enquanto todos saem para os passeios turísticos. A responsabilidade por essa bagagem não é da empresa de fretamento de ônibus. Então, é recomendável que a apólice preveja esse risco.

Outro ponto a ser considerado são os problemas que podem ocorrer com a locação de um carro no local de destino, pois dirigir em outros países pode ser uma experiência bem difícil quando não se conhece as leis de trânsito locais.

Enfim, a regra geral é manter-se bem informado para passar ao cliente a segurança que ele precisa encontrar ao adquirir o seu produto. Se necessário, faça parcerias com empresas que tenham estrutura para isso, como as que oferecem suporte para a concretização de contratos, oferta e efetivação de vendas, treinamentos, envio de indicações e serviços de marketing e comunicação.

Assine também a newsletter para que você receba outras dicas e tenha muitos recursos para aumentar sua venda de seguro de viagens!

Share This